Thursday, May 22, 2008

Sincronicidades



Há uma semana atrás, enquanto visitava a colecção de jogos de ZX Spectrum de um amigo meu, deparei-me com uma estranha coincidência que quis verificar através de segundas e terceiras opiniões. Parece não restar a mais ínfima dúvida de que esta figura anónima que domina o enquadramento visual do frontispício das conversões a formato caseiro do jogo de STREET FIGHTER (89-89) possui imensas semelhanças com a fisionomia da personagem do jogo de Yu Suzuki. Outro aspecto que ainda confere maior consistência ao argumento é a conhecida admiração do designer da SEGA pela obra de Okamoto, que já tem sido apontada em mais do que uma ocasião como o título que despoletou em Suzuki o desejo de criar VIRTUA FIGHTER.

3 comments:

Mikaveli said...

Realmente, quando vi a capa viste bem a minha reacção. Não há dúvidas possíveis. Street Fighter deve ter deixado Yu Suzuki marado de todo. Onde é que ele estará hoje? Será que o novo episódio da saga Street Fighter lhe dará de novo vontade de desenvolver jogos?

Godan said...

Suzuki-sama é a personificação da esquizofrenia nos videojogos. Desde que abandonou o quartel da SEGA, tem andado, literalmente, a apalpar terreno.
Quanto à imagem, muito curiosa, de facto. Mas ver o protagonista de Shenmue com correntes, é quase anacrónico.

Cumprimentos,
http://nowloading.blogs.sapo.pt/

Dieubussy said...

Não se trata, obviamente, do protagonista de Shenmue, suposição que seria em si um paradoxo. Apenas sugeri esta imagem como uma coincidência não desprovida de sentido: apesar das correntes e do cinto descaído, assim como do emblema alusivo ao jogo de Okamoto, existem suficientes semelhanças para uma relação teórica divertida - quem sabe até algo mais.

Quanto ao que Suzuki está realmente a fazer ainda não li nada concreto a partir de fontes seguras após o seu trabalho em Psy-Phi.

Obrigado pelo comentário!