Saturday, June 16, 2007

Farto de Fanboys

A partir de hoje, cesso as minhas visitas ao blog Kotaku.

Apesar de ser um formato leve e divertido, a verdade é que não foi necessário muito para compreender que aquele sítio está repleto de Nintendo fanboys, ou não fosse um dos membros o conhecido trovador que criou (e tocou) uma música para Miyamoto.

A gota de água foi a questão levantada por Scott Steinberg, Vice Presidente de Marketing da SEGA aquando das suas declarações sobre o futuro da consola Nintendo Wii. Bastou a Scott dizer que estava alarmado com a verdadeira profundidade criativa da consola-fenómeno-de-vendas da Nintendo para que o espírito fanboy se levantasse e chegasse, inclusivamente, ao insulto pessoal, tecido por um colaborador deste popular blog.

Em boa verdade, qualquer pessoa é livre de expressar a sua opinião. Chris Hecker (da Maxis) fê-lo meses atrás, também em relação à Wii, e não denotei nenhum ódio particular contra ele no Kotaku. Contudo fica bem claro que não só impera o fanboyismo neste site, como algum ódio pela própria companhia SEGA - uma companhia que merece tanto respeito como qualquer outra em qualquer parte do mundo.

Mas não só neste site se sentiram pressões: por toda a rede, fóruns Nintendo e não-Nintendo fizeram o mundo dos videojogos abanar, na infeliz credulidade em que a maioria destes fãs vivem. Não ataco (só) os fãs Nintendo. Ataco todos os fãs incondicionais que diminuem os videojogos a um fenómeno de clubismo e, por consequente, todos os que "obrigaram" a companhia a lançar um comunicado à imprensa (via Reuters) para amenizar os ânimos.

Quanto à Kotaku, recomendo que mudem o nome do blog para NintendOtaku.

1 comment:

Mikaveli said...

Pois também eu ando farto de fanboys e de declarações de relações públicas. Deixem os criadores falarem!!!